quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Sexto sentido- um dos melhores thrillers psicológicos do cinema

Sexto sentido- um dos melhores thrillers psicológicos do cinema





"O Sexto Sentido" é uma história de fantasmas e um thriller psicológico. Mas há algo mais intenso do que isso.
Talvez seja a estimulação deliberada. E a frieza, a pura frieza no ar! Ele usa quietude, implicação e o silêncio.

Escritor / diretor M. Night Shyamalan sabe como construir a atmosfera de suspense- isso é claro. E ele faz isso cuidadosamente, tijolo por tijolo. Até o final da imagem, um design muito poderoso se torna claro, com uma torção que vai colocar sua cabeça em um redemoinho. E lança alguma discussão espirituosa.

Isso foi graças ao trabalho sutil de Bruce Willis, que interpreta um psicólogo infantil e um desempenho notável de Haley Joel Osment - como a criança que tenta ajudar. Os dois interpretam as personagens masculinas mais fortes do filme.






A história é a seguinte: Dr. Malcolm Crowe (Willis), que é psicólogo em Filadélfia, fica diante de um desafio quando ele se familiariza com Cole Sear.

O menino de 8 anos, tem um segredo sombrio. Mas ele é relutante e mantem distancia. Malcolm tem de conversar com o menino até que ele se abre. É difícil não revelar um pouco do filme aqui: Cole afirma ver fantasmas.
Há um outro problema. O Cole não quer falar sobre esse fenômeno sobrenatural. E sua mãe (Toni Collette), apesar de suas melhores intenções, parece incapaz de compreender seu filho, muito menos acreditar nele.







O menino também tem escoriações em seu corpo. Este poderia ser um caso de abuso infantil? Malcolm tem de prosseguir esta última questão com muito cuidado e precisão. Ele percebe que a única maneira de descobrir tudo é obter a confiança do garoto. Para se tornar seu maior amigo.

Este é um filme fascinante, que aborda o paranormal - algo que você não vê frequentemente em um filme.
É um grande prazer, também, assistir Willis desempenhando um papel contido, sem armas de fogo. Heroísmo nesta história toma um conjunto completamente diferente de reflexos.

Em última análise, o meu maior elogio vai para Shyamalan. Sua direção é excelente, e a escrita maravilhosamente mística. E apenas quando você está se sentindo assustado, há sempre um pouco de espaço para a passagem de humor. Em um ponto, Cole explica a Malcolm que seus professores na escola se tornaram cientes de que ele era uma criança especial, quando ele fez um desenho de um homem ser esfaqueado no pescoço por uma chave de fenda. "Todo mundo ficou chateado. Eles tiveram uma reunião", diz o menino.

#Compartilhar
Traduzido Por: Mais Template - Designed Seo Blogger Templates